sexta-feira, 4 de maio de 2012

SOPHIA LOREN - UMA DAS ATRIZES MAIS FESTEJADAS DE TODOS OS TEMPOS, UMA DAS POUCAS ATRIZES QUE INTERPRETAM TODO TIPO DE PERSONAGEM, E SEMPRE NUM REGISTRO DIFERENTE, É COM CERTEZA A MAIS FAMOSA ATRIZ ESTRANGEIRA DE TODOS OS TEMPOS. - ÚLTIMA PARTE.


com o filho mais novo Edoardo Ponti
FILME: DOIS VELHOS MAIS RABUGENTOS (1995), COM WALTER MATTHAU
COM OS FILHOS E O MARIDO

Arabesque (1966)
A Queda do Império Romano (1964)
FILME: NINE (2009).
FILME: NINE (2009).
 SOPHIA LOREN - parte 3


UM ROSTO INCONFUNDÍVEL, DE UMA ASSIMETRIA ESTRANHAMENTE BELA. SEM RETOQUES, NATURAL COMO SOPHIA SEMPRE FEZ QUESTÃO DE SER. EXUBERANTE, ROMÂNTICA, BATALHADORA INCANSÁVEL, ELA É UM SIMBOLO DE MULHER LATINA





                Chega a década de 80 com suas revoluções, e pela primeira vez Sophia Loren fica uma década longe do cinema. O jeito é ir para a televisão - mas com muito estilo

A década de 80 começa com uma revolução total no cinema. Com a estréia da MTV, o cinema ganha outra cara, outro estilo, outros atores e outras maneiras de atuações. Ainda sem se adaptar a essa nova estética cinematográfica, e sem a ajuda de seu produtor e marido Carlo Ponti, que com a idade avançada, não podia mais correr atrás de seus projetos, e sem saber lidar com isso, foi a luta devagar, mas com estilo.
Para não cair no esquecimento, Sophia lança perfumes (o primeiro em que uma atriz tem participação na criação do aroma), livros, a começar pela sua autobiografia, que se torna um best-seller.
Aproveitando o sucesso do livro, a televisão resolve fazer um filme baseado em seu livro intitulado "Sophia Loren - A Vida de Uma Estrela (Sophia Loren - Her Own Story, 1980-FTV)", que apesar do elenco afiado, que inclui: Armand Assante, John Gavin, Rip Torn... Não faz sucesso como o livro, principalmente por falta de um bom roteirista, e a mão pesada do diretor Mel Stuart. Suas tentativas de cinema, como a filmagem de "Tieta do Agreste", dirigido por Lina Wertmüller, com Marilia Pêra como Perpétua, e Sophia Loren como Tieta, que por falta de patrocínio é cancelado. Sophia, que era dona dos direitos autorais do livro, chegou a tomar aulas de samba para seu personagem, mas seguiu em frente.
Também não dá certo sua tentativa de levar a vida de Maria Callas para o cinema, dirigida por Ken Russel, também com problemas de produção.
Mesmo assim, Sophia recusa os convites para atuar em séries de grande sucesso para a TV, como uma participação em "Dallas" (grande sucesso da TV nos anos 80), que acaba sendo substituída por Priscilla Presley (viúva de Elvis Presley), e o papel principal em "Dinastia" (outro grande sucesso da TV nesse período), o que acaba levantando a carreira estagnada de Joan Collins, que fica com seu papel. Além de ''Falcon Crest'', outra série de grande sucesso no papel feito sob medida para ela, mas com a recusa; Gina Lollobrigida é chamada para ficar com o papel.
Sophia foi capa de várias revistas em 1980 entre elas, ''HARPER'S BAZAAR (americana)''; ''ELLE  (Francesa)''; ''FIGARO MAGAZINE, LE (Francesa)''; ''GOOD HOUSEKEEPING (americana)''; ''JOURS DE FRANCE (Francesa)''; ''PARIS MATCH (Francesa)''...
Sophia foi capa de várias revistas em 1981 entre elas, ''GOOD HOUSEKEEPING (americana)''; ''TÉLÉ 7 JOURS (France)''; ''PARIS MATCH (Francesa, duas vezes)''...

Sophia foi capa de várias revistas em 1982 entre elas, ''McCALL'S (americana)''; ''JOURNAL (americana)''; ''NATIONAL ENQUIRER(americana, duas vezes)''...
Sophia foi capa de várias revistas em 1983 entre elas, ''FIGARO MAGAZINE, LE (Francesa)''; ''GOOD HOUSEKEEPING (americana)''; ''AMICA (Italiana)''...

Sophia só volta atuar num filme feito pra a TV, quatro anos depois na Itália, intitulado ''Aurora (Qualcosa di biondo, 1984-FTV), com seu filho mais novo Edoardo Ponti (que aliás se sai muito bem, sendo até indicado ao Prêmio de Revelação ''Young Artist Awards'' para TV) e também com o excelente garoto Ricky Tognazzi (que ganha o Prêmio David di Donatello de Melhor Ator Coadjuvante da TV).
Sophia foi capa de várias revistas em 1984 entre elas,''GOOD HOUSEKEEPING (americana)''; ''PEOPLE (americana)''; ''TV GUIDE (americana)''...
Sophia foi capa de várias revistas em 1985 entre elas, ''OGGI (Italiana)''; ''ΡΑΔΙΟ ΤΗΛΕΟΡΑΣΗ - RADIO TELEVISION (grega)''; ''VSD (Francesa)''...

Melhor ainda é seu filme seguinte: "Coragem, a História de Uma Mulher (Courage, 1986-FTV)", feito nos Estados Unidos, de grande sucesso. 
Critica sobre atuação de  Loren na época - Loren ainda pode comandar a atenção simplesmente ficar parado e deixar o jogo de luz sobre essas maçãs do rosto fabulosas. Mas, depois de alguns 30 anos como estrela, ela quer claramente para continuar expandindo suas oportunidades de emprego. Ela faz exatamente isso muito impressionante em 'Coragem' com um desempenho que é bem contido e ainda ferozmente apaixonado.
O elenco está soberbo, para a maior parte, porém, a senhorita Loren capta o abatido, mas determinada essência de uma mulher comum que simplesmente decide entrar em ação extraordinária. Senhorita Loren tem uma história já absorvendo e dá-lhe um estilo distinto que é raro em filmes de televisão.

Sophia foi capa de várias revistas em 1986 entre elas, ''GOOD HOUSEKEEPING (americana)''; ''JOURS DE FRANCE (Francesa)''; ''PRIME TIME (australiana)''...
Sophia foi capa de várias revistas em 1987 entre elas, ''OGGI (Italiana, três vezes)''; ''WOMAN (Reino Unido )''; ''PARADE in The Seattle Times (americana)''...

Seus dois filmes seguintes feitos para a TV italiana, não causam mesmo efeito, - "Uma Mulher, Uma Vida (The Fortunate Pilgrim, 1988-FTV)", é bem produzido, e com elenco bem acima da média, que inclui - Edward James Olmos, John Turturro, Yorgo Voyagis, Annabella Sciorra, Hal Holbrook... Mas dirigido burocraticamente pela mão pesada de Stuart Cooper. E ainda refilmagem desnecessária de um antigo sucesso dela: "Mãe Coragem (La Ciociara, 1989-FTV)", dirigido pelo talentoso, mais já fora de forma Dino Risi.
Sophia foi capa de várias revistas em 1988 entre elas, ''OGGI (Italiana)''; ''TELEVISION MAGAZINE in Sunday Sun (americana)''; ''TV MAGAZINE LE FIGARO (Francesa)''; ''TV MAGAZINE LE FIGARO (Francesa)''...
Sophia foi capa de várias revistas em 1989 entre elas, ''SUNDAY MIRROR MAGAZINE (Reino Unido)''; ''VARIETY (americana)''; ''AMERICAN MOVIE CLASSICS (americana)''...

Chega a década de 90, Sophia dá a volta por cima, volta para o cinema e ganha seu segundo Oscar


Sophia começa os anos 90 de volta ao cinema, no filme "Sábado, Domingo e Segunda'' (Sabato, Domenica e Lunedi), rodado na Itália e dirigido por Lina Wertmuller, que era para ser estrelado por seu parceiro Marcello Mastroianni (que por motivos de agenda) é substituído pelo pouco conhecido Luca di Filippo; que é bastante elogiado pela critica e dá uma indicação a direção para Lina no Festival de Chicago International Film, com cenas sensuais de Sophia que já estava com 60 anos.
Sophia foi capa de várias revistas em 1990 entre elas, ''MAGAZINE TV in Il Tempo (Italiana)''; ''MEMORIES (americana)''; ''(TELESETTE (Italiana)''...
No ano seguinte em 1991, Sophia Loren é elevada ao mais alto grau do cinema ao ganhar seu segundo OSCAR desta vez PELO CONJUNTO DA OBRA ( Para uma carreira rica com performances memoráveis que só acrescentou brilho permanente a nossa forma de arte.) , sobre forte emoção e aplaudida de pé por todos presentes , Sophia faz um discurso emocionante, onde agradece aos membros da Acadêmia, aos diretores e atores presentes e ausentes e sobretudo ao marido Carlo Ponti e aos filhos Carlo Ponti Jr. e Edoardo Ponti ( todos presentes), onde ela diz que eles ajudaram ela a conjugar o verbo amar. Neste mesmo ano também, ganha o Prêmio César Awards (o Oscar francês) pelo conjunto da obra.
Sophia foi capa de várias revistas em 1991 entre elas, ''ΓΥΝΑΙΚΑ - WOMAN (grega)'';''¡HOLA! (espanhola)''; ''КРУГОЗОР - HORIZON (russa)''; ''OGGI (Italiana)''...
Sophia foi capa de várias revistas em 1992 entre elas, ''FRAU IM SPIEGEL (alemã)''; ''GRAND HOTEL (Italiana); ''STOP (Italy)''...
Em 1993, Federico Fellini queria filmar com Loren, mas o grande diretor veio a falecer, por ironia em 1956 também não deu certo o trabalho com Fellini que junto com Pinelli,  desenvolveu ''Journey com Anita'' com Sophia Loren e Gregory Peck. Uma "invenção nasce da verdade íntima", o roteiro foi baseado em retorno de Fellini de Rimini com uma amante para assistir ao funeral de seu pai. Devido à indisponibilidade de Loren na época, o projeto foi arquivado e ressuscitado 25 anos mais tarde, como "Viaggio con Anita"(1981), uma comédia dirigida por Mario Monicelli, com Goldie Hawn e Giancarlo Giannini .
Sophia foi capa de várias revistas em 1993 entre elas, ''AMERICAN MOVIE CLASSICS (americana)'';  ''OGGI (Italiana)''; ''PALM SPRINGS LIFE (americana)''...


 Sophia recebendo seu segundo OSCAR

Em 1994, mais prêmios, pelo Conjunto da Obra no Festival de Berlin (Leão de Ouro Honoray); o Palm Springs International Film Festival ( Desert Palm Achievement Award ) pelo Conjunto da Obra. E o mais importante: A ESTRELA NA CALÇADA DA FAMA ( Star on the Walk of Fame ) que fica no Motion Picture (On 1 february 1994. At 7050 Hollywood Blvd.).

com Marcello Matroianni no último filme da dupla ''Prêt-à-Porter(1994).

E sob a direção do veterano e talentoso Robert Altman, ela volta a Hollywood para filmar ''Prêt-à-Porter - o Filme (Prêt-à-Porter, 1994), com um super elenco ( Sophia Loren, Marcello Mastroianni, Anouk Aimée, Lauren Bacall, Kim Basinger, Jean-Pierre Cassel, Stephen Rea, Chiara Mastroianni, Ruppert Everett, Rossy de Palma, Tim Robbins, Julia Roberts, Forest Whitaker, Richard E. Grant, Linda Hunt, Danny Aielo, Cher... O filme é uma grande brincadeira de Robert Altman sobre o mundo da moda, onde os atores praticamente improvisavam, mas os críticos esperavam uma crítica dura sobre o mundo da moda como Altman geralmente fazia sobre tudo, não entenderam muito a grande brincadeira do diretor, e até mesmo os atores não entenderam muito com exceção de alguns principalmente (Sophia Loren e Kim Basinger) ambas perfeitas, Sophia ganha por sua participação no filme O Prêmio National Board of  Review, USA, e recebe uma indicação ao Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante pelo filme; também é o décimo terceiro e último filme que ela fez com seu grande parceiro Marcelo Mastroianni (o filme não tem atores principais, mas Marcelo e Sophia que estão no topo dos créditos do filme e também são os que mais aparecem no filme); crítica sobre o filme - O filme foi recebido pela crítica com uma mistura de aplausos, perplexidade e desdém, o filme causou mal-estar e desconforto entre algumas celebridades da moda, que se sentiram ridicularizadas pelos personagens criados como  caricaturas deles próprios. Uma destas estrelas, o estilista Karl Lagerfeld,  chegou a discutir pela imprensa com o diretor. A cena final em que dezenas de modelos desfilam nuas pela passarela, após uma crise de falta de criatividade de uma estilista, vivida pela atriz francesa Anouk Aimée , mostrando, na visão de Altman, a temporalidade e futilidade das roupas caríssimas criadas por estes estilistas, tornou-se um clássico.
Sophia foi capa de várias revistas em 1994 entre elas, ''FIGARO MAGAZINE, LE (Francesa)''; ''GOOD HOUSEKEEPING (americana)''; ''DETOUR (americana)''; ''BOXOFFICE (americana)''... 

No ano seguinte ela participa de um grande sucesso ''Dois Velhos Mais Rabugentos (Grumpier Old Men, 1995), dirigido por Howard Deutch, com Jack Lemmon, Walter Matthau, Burgess Meridth, Ann-Margret, Daryl Hannah...onde Sophia rouba a cena em grande forma, inclusive física, aos 65 anos ousa mostrar as lindas pernas.


Acima cenas do filme ''Dois velhos mais rabugentos'' com Jack Lemmon e Walter Matthau

Neste mesmo ano, ela ganha o Prêmio Cecil B. De Mille pelo Conjunto da Obra, concedido em Los Angeles, California, USA do Globo de Ouro.
Dois anos depois, ela vai para a França trabalhar sob as ordens de seu velho amigo Roger Hain, no filme "Sol (Solei, 1997)", filme que participa do Festival Judaico de Cinema.

Em 1999, foi anunciado o projeto para o cinema ''Destinazione Verna'' com direção do grande Michelangelo Antonioni, com Sophia no papel principal (Uma mulher compra um bilhete para viver em um planeta chamado Destinazione Verna, (Sophia Loren) está se aposentando depois de uma vida em um cartório. Sozinha, sem motivação, ela olha para trás. A cidade em que ele vive é um Londres distópica, onde a poluição atmosférica e da repressão prevalecem. Um folheto de uma agência de viagens promete felicidade para aqueles que visitam um local exótico, chamado Verna. Sophia está convencida. Descobriremos que Verna é um planeta a anos-luz de distância da Terra, e que a agência é dirigida por estrangeiros que habitam. Sophia é fascinado pela ideia de fuga e fazer o treinamento oferecido pela agência. Mas Verna é realmente um lugar mágico onde toda a esperança?, na história de Antonioni escrito com Tonino Guerra, a ser produzido por Felice Laudadio. O elenco inclui Anthony Hopkins, Sophia Loren, Naomi Campbell, Laura Morante, Stefania Rocca, Kim Rossi Stuart, Carlo Cecchi, e Chiara Caselli), por problemas com a produção o filme infelizmente foi cancelado.

        Começa o novo milênio, e Sophia chega aos 80 brilhando como nunca


Sophia Loren começa o novo milênio com 80 anos com muito brilho e charme ainda aparecendo em capas de revistas famosas, coisa rara para uma estrela depois dos 40 anos, depois dos 80 anos então nem se fala. Em 2001 ela volta a trabalhar com a diretora Lina Wertmuller, desta vez para a TV no filme ''A Pequena Órfã ( Francesca e Nunziata, 2001-FTV)'' é um excelente filme que também merece ser revisto, história - ( A Pequena Órfã é um dos filmes mais recentes da lendária Sophia Loren e do astro Giancarlo Giannini (O Inocente). A direção é da experiente Lina Wertmüller, de Mimi, o Metalúrgico e Pasqualino, Sete Belezas. Itália, final do século XIX. Dona de uma fábrica de macarrão, Francesca se casa com o príncipe Giordano, com quem tem nove filhos. Para pagar uma promessa, adota ainda uma órfã chamada Nunziata, que se torna sua filha mais dedicada. Anos depois, quando o filho mais velho de Francesca retorna da faculdade, Nunziata se apaixona por ele. Um amor proibido que causará muitos problemas para essa grande família.

A Pequena Órfã(2001)

 A Pequena Órfã é um emocionante romance de época indicado para os fãs de Sophia Loren e do cinema italiano). Neste mesmo ano de 2001 ela ganha outro prêmio pelo Conjunto da Obra no ''Montréal World Film Festival do Canadá''.

No ano seguinte ela volta ao cinema dirigida pelo próprio filho Edoardo Ponti, no emocionante ''Desejo de Liberdade (Between Strangers, 2002)''; elenco - Sophia Loren, Mira Sorvino, Deborah Kara Unger, Pete Postlethwaite, Gérard Depardieu, Klaus Maria Brandauer, Malcolm McDowell, Wendy Crewson...  

Em 2004 em comeração a mais um aniversário, ela ganha um presente da TV canadense  ''A Vida dos Santos (Lives of the Saints, 2004-FTV), um ótimo filme e para o cinema ''A Casa dos Gerânios( Pepperoni ripieni e  pesci in faccia, 2004), sua quarta parceria com a diretora Lina Wertmuller. No ano seguinte Sophia ganha mais um prêmio pelo Cojunto de sua Obra ( Istanbul International Film Festiva '' Lifetime Achievement Award''). Em 2007, ela se torna a estrela mais velha a participar do famoso Calendário Pirelli. 

Dois ano depois é chamada de volta a Hollywood para participar de um blockbuster:  ''Nine (Idem, 2009), com elenco de arrepiar: ''Daniel Day-Lewis'', ''Marion Cottilard'', ''Penélope Cruz'', ''Kate Hudson'', ''Judi Dench'', ''Nicole Kidman'', ''Fergie''... dirigido com competência pelo diretor Robert Marshall; vale a Sophia o prêmio ''Satellite Awards" pela sua Participação no filme, além de um indicação no ''SCREEN ACTORS GUILD AWARDS'' por sua participação no filme,  além do filme receber quatro indicações ao Oscar. A trilha sonora   fez mas sucesso que o filme e chegou ao nº vinte e seis no Billboard 200. E também avanço a posição nº três no Albums Chart polonês e nº nove na Album Chart grega. Em 2009, o Livro Guinness dos Recordes reconheceu-a como "Atriz mais premiada da Itália".

Em 2010 ela faz na Italia o papel da própria mãe no filme feito para TV:  ''La Mia Casa È Piena Di Specchi (2010-FTV)". A célebre atriz Sophia Loren cativou o público da televisão italiana no domingo à noite com um filme sobre sua vida, no qual interpreta a própria mãe, que a impulsionou na carreira de diva mundial. Com seis milhões e meio de telespectadores e intitulado "La mia casa è piena di specchi" (minha casa é cheia de espelhos, em tradução livre)", o filme - baseado no livro homônimo escrito pela irmã da atriz italiana, Maria Scicolone - obteve a maior audiência do domingo. A produção (do canal público RAI ), dividida em dois episódios, narra a vida da atriz desde sua infância nos bairros baixos de Pozzuoli, nos arredores de Nápoles, até 1961, momento em que Sophia Loren recebeu o Oscar por "Duas Mulheres", filme dirigido por Vittorio De Sica que a converteu no símbolo sexual da época. A história de vida da mãe de Sophia, Romilda Villani, narrada em tom melodramático, é típica de uma mulher da metade do século XX: a família proíbe a jovem de seguir a carreira de atriz, e ela ainda sofre com a pobreza, o abandono do pai de seus filhos e a frustração de não ter seguido seus próprios sonhos. "Minha vida foi um conto de fadas maravilhoso, uma história de guerra, fome, pobreza, que foi o que a minha mãe fez por nós: lutou para dar a suas filhas um nome e um futuro fora da miséria", disse, entre lágrimas, ao apresentar a produção. O filme narra também a história de quando Loren apaixonou-se pelo produtor milionário Carlo Ponti, com quem se casou em 1966 e começou a namorar em 1953 e permaneceu por toda vida, até a morte dele, em 2007.

Em 2011, ela foi convidada pela primeira vez para dublar  um dos personagens de grande sucesso da Pixar Carros 2/Cars 2. Ela disse que ficou bastante animada, pois conheceu pessoalmente Walt Disney, e que ficaria feliz em ver suas netas vendo o desenho. Durante entrevista coletiva para a apresentação de "Carros 2", em Roma, Loren disse que aceitou a empreitada por seus netos e pela memória de Walt Disney, a quem conheceu no início de sua carreira como atriz. No desenho, a diva italiana tem uma pequena participação dublando a personagem Mama Topolino. As falas, gravadas com forte sotaque napolitano, serão mantidas no idioma original em mais de 20 países, incluindo o Brasil. Segundo o jornal italiano Corrirere della Sera, Loren gostou da experiência e espera um novo convite, se houver um "Carros 3".

A atriz Sophia Loren foi homenageada em 2012 com o "Life Achievement Award" no Festival Taormina, que ocorre anualmente na Itália. As informações são do site Hollywood Reporter .O evento, que está em sua 58ª edição, quase não ocorreu por problemas financeiros e de direção artística. O último imprevisto, entretanto foi mais inesperado: o jogo da seleção italiana contra a Alemanha. O embate foi suficiente para encurtar a cerimônia e chamar a atenção da própria homenageada da noite."Eu estou muito honrada em ganhar este maravilhoso prêmio. Mas este jogo de futebol realmente está me deixando sem ar", disse a bem-humorada Loren.

Em 2014 começou as filmagens de ''La Voce Humana'' de seu filho Edoardo Ponti, onde foi atriz principal, o filme foi bem recebido tanto no Festival de Cannes (onde Sophia roubou a cena) e no Festival de Tribeca; e pela décima vez (um recorde) ganhou David di Donatello Awards(O Oscar do cinema italiano), por seu desempenho.

filmagens de ''La Voce Humana'' 2014 de Edorado Ponti

Loren mantém sua energia juvenil e anti-envelhecimento físico ampulheta. Ela ainda pode ser vista desfilando no tapete vermelho, em shows de premiação, olhando fabuloso em saltos altos e vestidos decotados que as mulheres várias décadas mais jovem que ela ficaria feliz de usar. No entanto, após mais de 100 filmes e cinco décadas em destaque, Loren continua fiel às suas humildes raízes italianas. Talvez a melhor prova disso é o fato de que como atriz,  Loren sempre ofereceu suas performances melhores e mais aclamados, e não as mulheres heroínas bomba. Como um diretor disse recentemente, "Sophia é talvez a única estrela de cinema que nunca esqueceu de onde veio." Agora, morando em Genebra, na Suíça, Loren continua a ver o mundo como um lugar cheio de beleza: "Eu sempre acordo cedo, às vezes não querendo, porque sempre se pode encontrar um álibi para não se exercitar, caminho por uma hora, e como ando em volta do parque, eu sempre penso: 'Talvez na esquina vou encontrar algo bonito".  Eu sempre penso positivamente. É muito raro você me encontrar em um estado de espírito triste ou melancólico. 
Enfim, revela ainda que esses mais de 60 anos de carreira foram bem aproveitados por aquela moça pobre e decidida que, a partir de um prêmio de consolação num concurso de beleza, consegue se transformar numa das mais cotadas estrelas de cinema de todo o mundo. "São só as coisas que você faz e os erros que você comete que lhe ensinam alguma coisa..e eu aprendi muito", ela diz. Seu rosto ostenta uma beleza tranquila, que não esconde a garra e a força dos primeiros tempos - uma velada revolta contra a infância difícil. A vulcânica heroína de fotonovelas deu lugar a uma GRANDE DAMA.


                                       Vida pessoal

Residência principal Loren tem sido em Genebra, Suíça desde o final de 2006.  Ela também é proprietária de casas em Nápoles e Roma. 
Loren é um grande fã do futebol do clube SSC Napoli.
Loren posou com pouca roupa  para o 2007 Calendário Pirelli juntamente com atrizes como Penélope Cruz e Hillary Swank.  Loren é uma católica devota. 

                                             Casamento e família

Loren conheceu Carlo Ponti em 1950, quando ela tinha 15 anos e ele tinha 37 anos. Eles se casaram em 17 de setembro de 1957. No entanto, Ponti foi ainda oficialmente casado com sua primeira esposa Giuliana de direito italiano, porque a Itália não reconhece o divórcio naquele tempo. O casal teve seu casamento anulado em 1962 para escapar de acusações de bigamia . Em 1965, Ponti conseguiu um divórcio de Giuliana na França, permitindo que ele se casasse com Loren em 9 de abril de 1966.  Mais tarde, eles se tornaram cidadãos franceses após a sua aplicação foi aprovado pelo então presidente francês Georges Pompidou 



O casal teve dois filhos: Carlo Ponti Jr. (nascido em 29 de dezembro de 1968) e Edoardo Ponti (nascido em 6 de janeiro de 1973).


Loren permaneceu casada com Carlo Ponti até sua morte em 10 de janeiro de 2007 de complicações pulmonares. 
Quando perguntado em uma entrevista novembro de 2009, se ela é sempre susceptível de se casar novamente, Loren respondeu: "Não, nunca mais. Seria impossível amar mais ninguém". 
Suas noras são Sasha Alexander e Andrea Meszaros. Loren tem quatro netos: Lucia Ponti (nascido em 12 de Maio de 2006),  . Vittorio Ponti (nascido em 03 de abril de 2007)  Leonardo Fortunato Ponti (nascido em 20 de dezembro de 2010) e Beatriz Lara Ponti (nascido em 15 de março de 2012).


                                       Filmografia

 







105º - 2014 Contaminations 

Sophia

104º - 2014 La voce umana(Short)


Angela 


103º- 2011 Carros 2/Carros 2


Mama Topolino (voice)


102º- 2010 A Minha Casa é Cheia de Espelhos/La mia casa è piena di specchi (TV movie)

Romilda Villani

101º- 2009 Nine/Nine

Mamma


100º- 2009  Vittorio de Sica Minha Vida, Meus Amores/Vittorio D.. (documentary)


Herself


99º- 2007 Sophia: Ontem, Hoje e Amanhã/Sophia: Ieri, oggi, domani (documentary)


Hersel


98º- 2004 A Casa dos Gerânios/Peperoni ripieni e pesci in faccia   A Casa dos Gerânios


Maria


97º- 2004 A Vida dos Santos/Lives of the Saints (TV movie)


Teresa Innocente


96º- 2004 Cercando Sophia/Looking for Sophia (TV documentary)


Herself


95º- 2003 Charlie Chaplin - Les années suisses (TV documentary)


Herself


94º- 2002 Desejo de Liberdade/Between Strangers


Olivia


93º- 2001 A Pequena Orfã/Francesca e Nunziata (TV movie)


Francesca Montorsi


92º- 1997 Sol/Soleil


Maman Lévy


91º- 1995 Dois Velhos Mais Rabugentos/Grumpier Old Men


Maria Sophia Coletta Ragetti


90º- 1994 Prêt-à-Porter/Prêt-à-Porter


Isabella de la Fontaine


89º- 1990 Sábado, Domingo e Segunda/Sabato, domenica e lunedì


Rosa Priore


88º- 1989 Mãe Coragem/La ciociara (TV movie)


Cesira


87º- 1988 Uma mulher, uma vida/The Fortunate Pilgrim (TV mini-series)


Lucia


86º- 1986 Coragem, Uma História Verídica/Courage (TV movie)


Marianna Miraldo


85º- 1984 Aurora(/Qualcosa di biondo (TV movie)


Aurora


84º- 1980 Sophia Loren, A Vida de uma Estrela/Sophia Loren: Her Own Story (TV movie)


Sophia / Romilda Villani


83º- 1979 Poder de Fogo/Firepower


Adele Tasca


82º- 1978 O Alvo de Quatro Estrelas/Brass Target


Mara


81º- 1978 Amor e Ciúme/Fatto di sangue fra due uomini per causa di una vedova - si sospettano moventi politici


Titina Paterno




Angela Kincaid


79º- 1977 Um Dia Muito Especial/Una giornata particolare


Antonietta


78º- 1976 A Travessia de Cassandra/The Cassandra Crossing"


Jennifer Rispoli Chamberlain


77º- 1975 A Garota do Gangster/La pupa del gangster


Pupa


76º- 1974 Ligações Proibidas/Brief Encounter (TV movie)


Anna Jesson


75º- 1974 A Sentença/Verdict


Teresa Leoni - la veuve d'un gangster, mère d'André


74º- 1974 A Viagem Proibida/Il viaggio


Adriana de Mauro


73º- 1972 O Homem de la Mancha/Man of La Mancha


Dulcinea / Aldonza


72º- 1972 O Pecado/Bianco, rosso e...


Hermana Germana


71º- 1971 Mortadella/Mortadella


Maddalena Ciarrapico


70º- 1971 A Mulher do Padre/La moglie del prete


Valeria Villi


69º- 1970 Os Girassóis da Rússia/I girasoli


Giovanna


68º 1968 Sophia: A Self-Portrait (TV documentary)


Herself


67º- 1967 Fantasmas à Italiana/Questi fantasmi


Maria Lojacono


66º- 1967 Felizes Para Sempre/C'era una volta...


Isabella Candeloro


65º- 1967 A Condessa de Hong Kong/A Countess from Hong Kong


Natascha


64º- 1967 With Love, Sophia (TV movie)


Herself - Hostess


63º- 1966 Arabesque/Arabesque


Yasmin Azir


62º- 1966 Judith/Judith


Judith


61º- 1965 Lady L/Lady L


Lady Louise Lendale/Lady L


60º- 1965 Operação Crossbow/Operation Crossbow


Nora


59º - 1964 Matrimônio à Italiana/Matrimonio all'italiana


Filumena Marturano


58º 1964 A Queda do Império Romano/The Fall of the Roman Empire


Lucilla


57º- 1964  Sophia Loren in Rome (TV special)


Herself


56º- 1964 Visitando a las estrellas (documentary short)


Herself


55º- 1963 Showman (documentary)


Herself


54º- 1963 Ontem, Hoje e Amanhã/Ieri, oggi, domain


Adelina Sbaratti/Anna Molteni/Mara


53º- 1962 Uma Sombra em Nossas Vidas/Le couteau dans la plaie


Lisa Macklin


52º- 1962 O Condenado de Altona/I sequestrati di Altona


Johanna von Gerlach


51º- 1962 Boccaccio '70/Idem


Zoe (segment "La riffa")


50º- 1961 Madame Sans Gêne/Madame Sans-Gêne


Catherine Hubscher, dite "Madame Sans-Gêne"


49º- 1961 El Cid/El Cid


Jimena


48º- 1960 Duas mulheres/La ciociara


Cesira


47º- 1960 Com Milhões e Sem Carinho/The Millionairess


Epifania Parerga


46º- 1960 Começou em Nápoles/It Started in Naples


Lucia Curcio


45º- 1960 O Escândalo da Princesa/A Breath of Scandal


Princess Olympia


44º 1960 Jogadora Infernal /Heller in Pink Tights


Angela Rossini


43º 1959 Mulher Daquela Espécie /That Kind of Woman


Kay


42º 1958 Tentação Morena/Houseboat


Cinzia Zaccardi


41º 1958 A Orquídea Negra/The Black Orchid


Rose Bianco


40º 1958 A Chave/The Key


Stella


39º1958 Desejo/Desire Under the Elms


Anna Cabot


38º 1957 A Lenda dos Desaparecidos/Legend of the Lost


Dita


37º 1957 Orgulho e Paixão/The Pride and the Passion


Juana


36º 1957 A Lenda da Estátua Nua/Boy on a Dolphi


Phaedra


35º 1955 A Sorte de Ser Mulher/La fortuna di essere donna


Antonietta Fallari


34º 1955 Pão, Amor e.../Pane, amore e...


Donna Sofia, a Smargiassa


33º  1955 A Bela Moleira/La bella mugnaia


Carmela


32º 1955 O Signo de Vênus/Il segno di Venere


Agnese Tirabassi


31º 1954 A Mulher do Rio/La donna del fiume


Nives Mongolini


30º 1954 Bela e Canalha/Peccato che sia una canaglia


Lina Stroppiani


29º1954 A Invasão dos Bárbaros/Attila


Honoria


28º 1954 O Ouro de Nápoles/L'oro di Napoli


Sofia (segment "Pizze a credito")


27º 1954 Carrossel Napolitano/Carosello napoletan


Sisina


26º 1954 Confusões à Italiana/Miseria e nobiltà


Gemma


25º- 1954 Nossos Tempos/Tempi nostri


La ragazza




Bonbon




Marisa


22º- 1953 Aida/Aida


Aida


21º- 1953 A Sereia do Mar Vermelho/Africa sotto i mari


Barbara Lama


20º- 1953 Duas Noites com Cleópatra/Due notti con Cleopatra


Cleopatra / Nisca


19º- 1953 Aconteceu em Roma/La domenica della buona gente


Ines


18º- 1953 A Favorita/La favorita


Leonora (as Sofia Lazzaro)




16º- 1953 O Juiz Dirige a Comédia/Un giorno in pretura


Anna


15º- 1952 Le sei mogli di Barbablù/Le sei mogli di Barbablù


Ragazza rapita (as Sofia Lazzaro)


14º- 1952 Mercado de Mulheres/La tratta delle bianche


Elvira (as Sofia Lazzaro)


13º- 1952 O Sonho do Zorro/Il sogno di Zorro


Conchita (as Sofia Scicolone)




Amica di Giulietta (as Sofia Lazzaro)


11º- 1951 Ana/Anna


L'assistente de Vittorio al nightclub (uncredited)


10º- 1951 Era Ele/Era lui... sì! sì!


Odalisca (as Sofia Lazzaro)




Una ballerinetta (as Sofia Lazzaro


8º- 1951 Mágico a Força/Il mago per forz


La Sposa (as Sofia Scicolone)


7º- 1951 A Milionária de Milão/Milano miliardaria


Una commessa del bar (as Sofia Scicolone)


6º- 1951 Eu Sou o Capataz/Io sono il capataz


Segretaria del Dittatore (as Sofia Scicolone)


5º-1951 Mercado Infame/Lebbra bianca


A girl in the boardinghouse (as Sofia Lazzaro)


4º- 1950 O Coração no Mar/Cuori sul mare


Una ragazza al ristprante (as Sofia Scicolone)


3º- 1950 Totó Tarzan/Totò Tarza


Una tarzanide


2º- 1950 A Promessa/Il voto


Un popolana alla festa di Piedigrotta (as Sofia Scicolone)


1º- 1950 Quo Vadis/Quo Vadis


Lygia's Slave (uncredited)


Awards forSophia Loren PRÊMIOS


Academy Awards, USA
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1991 Won Honorary Award For a career rich with memorable performances that has added permanent luster to our art form.

1965 Nominated Oscar Best Actress in a Leading Role
for: Matrimônio à Italiana (1964).


1962 Won Oscar Best Actress in a Leading Role
for: Duas mulheres (1960).
Sophia Loren was not present at the awards ceremony. Greer Garson accepted the award on her behalf.

Art Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1999 Won Actor's Mission Award

BAFTA Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1962 Won BAFTA Film Award Best Foreign Actress
for: Duas mulheres (1960).
Italy.

Bambi Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2007 Won Bambi Lifetime Achievement


1969 Won Bambi

1968 Won Bambi

1967 Won Bambi

1965 Won Bambi

1964 Won Bambi

1963 Won Bambi

1962 Won Bambi

1961 Won Bambi

Berlin International Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1994 Won Honorary Golden Berlin Bear

Broadcast Film Critics Association Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2010 Nominated Critics Choice Award Best Acting Ensemble
for: Nine (2009).
Shared with: Nicole Kidman
Stacy Ferguson
Daniel Day-Lewis
Penélope Cruz
Judi Dench
Kate Hudson


Cannes Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1961 Won Best Actress for: Duas mulheres (1960).


César Awards, France
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1991 Won Honorary César

David di Donatello Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1999 Won Career David

1984 Won Special Plate Shared with: Alberto Sordi
Monica Vitti
Nino Manfredi
Mariangela Melato
Vittorio Gassman
To the performers who won the most David Awards.

1978 Won David Best Actress (Migliore Attrice)
for: Um Dia Muito Especial (1977).
Tied with Mariangela Melato for Il gatto (1977).

1974 Won David Best Actress (Migliore Attrice)
for: Viagem Proibida (1974).
Tied with Monica Vitti for Polvere di stelle (1973).

1970 Won David Best Actress (Migliore Attrice)
for: Os Girassóis da Rússia (1970).


1965 Won David Best Actress (Migliore Attrice)
for: Matrimônio à Italiana (1964).


1964 Won David Best Actress (Migliore Attrice)
for: Ieri, oggi, domani (1963).


1961 Won David Best Actress (Migliore Attrice)
for: Duas mulheres (1960).


1959 Won Golden Plate for: The Black Orchid (1958).
For her performance.

Fotogramas de Plata
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1971 Nominated Fotogramas de Plata Best Foreign Performer (Mejor intérprete de cine extranjero)
for: Os Girassóis da Rússia (1970).


Golden Camera, Germany
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1995 Won Golden Camera For lifetime achievement.

Golden Globes, Italy
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1998 Won Career Golden Globe

1977 Won Golden Globe Best Actress (Migliore Attrice)
for: Um Dia Muito Especial (1977).


Golden Globes, USA
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1995 Won Cecil B. DeMille Award
Nominated Golden Globe Best Performance by an Actress in a Supporting Role in a Motion Picture
for: Prêt-à-Porter (1994).


1977 Won Henrietta Award World Film Favorite - Female


1971 Nominated Henrietta Award World Film Favorite - Female


1969 Won Henrietta Award World Film Favorite - Female


1966 Nominated Henrietta Award World Film Favorite - Female


1965 Won Henrietta Award World Film Favorite - Female

Nominated Golden Globe Best Motion Picture Actress - Musical/Comedy
for: Matrimônio à Italiana (1964).


1964 Won Henrietta Award World Film Favorite - Female


1961 Nominated Golden Globe Best Motion Picture Actress - Musical/Comedy
for: It Started in Naples (1960).


Istanbul International Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2005 Won Lifetime Achievement Award

Italian National Syndicate of Film Journalists
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1978 Won Silver Ribbon Best Actress (Migliore Attrice Protagonista)
for: Um Dia Muito Especial (1977).


1968 Nominated Silver Ribbon Best Actress (Migliore Attrice Protagonista)
for: Felizes Para Sempre (1967).


1965 Nominated Silver Ribbon Best Actress (Migliore Attrice Protagonista)
for: Matrimônio à Italiana (1964).


1964 Nominated Silver Ribbon Best Actress (Migliore Attrice Protagonista)
for: Ieri, oggi, domani (1963).


1961 Won Silver Ribbon Best Actress (Migliore Attrice Protagonista)
for: Duas mulheres (1960).


Laurel Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1971 Nominated Golden Laurel Star, Female
7th place.

1970 Nominated Golden Laurel Female Star
13th place.

1968 Nominated Golden Laurel Female Star
15th place.

1967 Nominated Golden Laurel Female Star
9th place.

1966 Nominated Golden Laurel Female Star
4th place.

1965 2nd place Golden Laurel Comedy Performance, Female
for: Matrimônio à Italiana (1964).

Nominated Golden Laurel Female Star
7th place.

1964 Nominated Golden Laurel Top Female Star
13th place.

1962 Nominated Golden Laurel Top Female Star
12th place.

1961 Nominated Golden Laurel Top Female Comedy Performance
for: It Started in Naples (1960).
4th place.
Top Female Star
13th place.

1958 Nominated Golden Laurel Top Female Star
12th place.

Molodist International Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2003 Won Festival Diploma For the contribution to the world cinema.

Montréal World Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2001 Won Grand Prix Special des Amériques

Moscow International Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1997 Won Silver St. George Contribution to World Cinema


1965 Won Best Actress for: Matrimônio à Italiana (1964).


National Board of Review, USA
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1994 Won NBR Award Best Acting by an Ensemble
for: Prêt-à-Porter (1994).
Shared with: Marcello Mastroianni
Jean-Pierre Cassel
Kim Basinger
Chiara Mastroianni
Stephen Rea
Anouk Aimée
Rupert Everett
Rossy de Palma
Tara Leon
Georgianna Robertson
Lili Taylor
Ute Lemper
Forest Whitaker
Tom Novembre
Richard E. Grant
Anne Canovas
Julia Roberts
Tim Robbins
Lauren Bacall
Lyle Lovett
Tracey Ullman
Sally Kellerman
Linda Hunt
Teri Garr
Danny Aiello
Jean Rochefort
Michel Blanc


New York Film Critics Circle Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1961 Won NYFCC Award Best Actress
for: Duas mulheres (1960).


Palm Springs International Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1994 Won Desert Palm Achievement Award

San Sebastián International Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1974 Won Prize San Sebastián Best Actress
for: Viagem Proibida (1974).


Sant Jordi Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1963 Won Sant Jordi Best Performance in a Foreign Film (Mejor Interpretación en Película Extranjera)
for: Duas mulheres (1960).


Satellite Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2009 Won Special Achievement Award Best Ensemble, Motion Picture
for: Nine (2009).
Shared with: Kate Hudson
Daniel Day-Lewis
Stacy Ferguson
Penélope Cruz
Marion Cotillard
Nicole Kidman
Judi Dench


Screen Actors Guild Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2010 Nominated Actor Outstanding Performance by a Cast in a Motion Picture
for: Nine (2009).
Shared with: Marion Cotillard
Penélope Cruz
Daniel Day-Lewis
Judi Dench
Stacy Ferguson
Kate Hudson
Nicole Kidman


ShoWest Convention, USA
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1996 Won Lifetime Achievement Award

Telegatto, Italy
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2001 Won Lifetime Achievement Award

Venice Film Festival
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1998 Won Career Golden Lion

1958 Won Volpi Cup Best Actress
for: The Black Orchid (1958).


Walk of Fame
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
1994 Won Star on the Walk of Fame Motion Picture
On 1 February 1994. At 7050 Hollywood Blvd.

???? Won Star on the Walk of Fame Motion Picture
At 7060 Hollywood Blvd.

Washington DC Area Film Critics Association Awards
YearResultAwardCategory/Recipient(s)
2009 Nominated WAFCA Award Best Ensemble
for: Nine (2009).
Shared with: Marion Cotillard
Penélope Cruz
Daniel Day-Lewis
Judi Dench
Stacy Ferguson
Kate Hudson
Nicole Kidman












2010

com Mikhail Gorbachev


com Walt Disney




COM O PRESIDENTE LULA EM 2013


Com os fotógrafos Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin.

foto de Richard Avedon

Nenhum comentário:

Postar um comentário